Nesta terça-feira (9), será realizado o workshop Cidades mais Humanas, Inteligentes e Sustentáveis – CHIS, desenvolvido pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) com o objetivo de disseminar o conceito de cidades mais humanas, inteligentes e sustentáveis em Mato Grosso do Sul, numa parceria entre Sebrae-MS e UFSC, com apoio da UFMS.

No evento, será apresentado ao público um pouco dos conceitos do Projeto WCHI[email protected], que visa contribuir para o processo de transformação das cidades sul-mato-grossenses no período pós-pandemia, pautado no desenvolvimento e capacitação de lideranças locais, com inspiração nos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU. O projeto terá também um programa de atividades que inclui o treinamento para disseminação do conceito CHIS em 22 cidades de Mato Grosso do Sul e outros workshops em quatro localidades do estado.

O ministrante do workshop do dia 9 será o professor Eduardo Moreira da Costa, membro do Laboratório de Cidades mais Humanas Inteligentes e Sustentáveis (LabCHIS) da UFSC, iniciativa que investiga possíveis respostas às questões que emergem dos ODS, principalmente o objetivo 11, o qual busca tornar as cidades e os assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis. 

De acordo com Eduardo, por conta da pandemia de Covid-19, foi possível para muitas pessoas a reflexão sobre o mundo atual e o que fazer para melhorá-lo – uma época de transição em que as pessoas adquiriram consciência sobre a importância da vida nas cidades após os meses de isolamento. “Foi uma oportunidade muito boa, porque todo mundo está querendo fazer alguma coisa. As pessoas querem mudar as suas casas, querem ter serviços perto das suas casas já que começaram a adotar a prática do chamado home office, então essa é uma época muito boa para a gente promover as transformações nas cidades. E do lado da sustentabilidade tem um aspecto importantíssimo, esse assunto é provavelmente o assunto número um no mundo, a sustentabilidade do planeta – e não é só a ambiental, mas é a sustentabilidade também econômica e social. Então nós precisamos promover o desenvolvimento das cidades com inclusão social, levando em consideração a preservação do meio ambiente”, afirma o professor.

As 22 cidades escolhidas integram o Programa Cidade Empreendedora, iniciativa do Sebrae Nacional que visa impulsionar os resultados socioeconômicos dos municípios, levando estratégias de empreendedorismo para a administração pública e o LabCHIS irá realizar um treinamento que vai contribuir para o processo de transformação da atividade econômica das cidades envolvidas, sustentado pelo desenvolvimento de lideranças locais e pela conservação ambiental.

O workshop será transmitido às 19h30, pelo YouTube. A palestra é voltada a gestores públicos, pesquisadores e ao público em geral. Clique aqui para se inscrever.

Fonte: Ascom UFMS

Comentários