Atacado por pistoleiros, o advogado morreu antes de ser socorrido. Reprodução/Capitán Bado

O advogado Diego Rotela foi executado a tiros na noite de ontem (13) ao sair da casa de sua namorada na Rua 12 de Outubro, no Bairro de San Miguel, em Capitán Bado, cidade vizinha de Coronel Sapucaia.

O crime ocorreu no momento em que Diego se aproximava de sua caminhonete Hilux, quando dois homens chegaram ao endereço de moto e um deles efetuou vários disparos contra Diego que morreu na hora.

Conforme o portal Ultima Hora, Diego era advogado de Carlos Rubén Sánchez, o “Chicharõ”, que já foi preso acusado pela Polícia Nacional e pela Senad (Secretaria Nacional Antidrogas), de ser o principal operador de uma organização dedicada ao narcotráfico e lavagem de dinheiro dirigida por Luis Carlos Da Rocha, o “Cabeça Branca”.

Em 2016, Sánchez também foi detido suspeito de ordenar ameaça armada contra Rudi Paetzold (PMDB), prefeito eleito do município sul-mato-grossense de Coronel Sapucaia. Dois anos depois ele sobreviveu a um atentado na área de Piray, no departamento de Amambay, no Paraguai, que a camionete modelo SW4 blindada onde ele estava foi alvo de 17 disparos de grosso calibre.

A Polícia Nacional investiga o caso e os peritos encontraram no local do homicídio várias cápsulas de uma arma calibre 9 milímetros. Ninguém foi preso até o momento.

Comentários