30.8 C
Campo Grande
quinta-feira, 18 de julho, 2024
spot_img

Deputados manifestam solidariedade ao povo gaúcho atingido pelas enchentes

As chuvas que assolaram o Rio Grande do Sul motivaram a solidariedade dos parlamentares sul-mato-grossenses durante sessão ordinária desta terça-feira (7), da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALEMS). O Estado enfrenta calamidade pública, com números ainda não totalizados de desabrigados, desaparecidos e mortos, devido às chuvas intensas dos últimos dias. O presidente da ALEMS, Gerson Claro (PP), informou a posição institucional do Poder Legislaiva.

“Em nome desta Casa de Leis e do Mato Grosso do Sul, ainda muito triste, venho falar sobre a tragédia que abate o Rio Grande do Sul. É preciso reconhecer que, na história da humanidade, houve muitas tragédias, terremotos, enchentes, vulcões, tsunamis, pandemia, e em todas elas em algum momento a humanidade brota das pessoas e a gente deixa de lado os nossos posicionamentos ideológicos e crenças radicalizadas pelas nossas formações e passamos ao que realmente interessa”, relatou.

“Neste momento, o Rio Grande do Sul convive com mais de 100 municípios arrasados pelas chuvas. Não há a contagem exata ainda do número de desabrigados, mortos, e pessoas desaparecidas. O compromisso de Mato Grosso do Sul, dentro dos limites legais já assumidos e iniciados institucionalmente pelo Governo do Estado, com canal direto para contribuir com Rio Grande do Sul, no que for possível”, relatou o deputado.

O presidente do Legislativo MS, também ressaltou que é necessário cuidado nesse momento de fragilidade. “A Assembleia Legislativa tem mantido esse diálogo. Vários deputados com ações individuais, por meio de igrejas, empresas. Temos um sistema nacional de Assistência Social, com conhecimento sobre cada realidade local. Infelizmente muitas pessoas também surgem como especuladores, são aproveitadores que usam desses momentos para poder faturar financeiramente”, alertou Gerson Claro.

Sem saber de total realidade

“Devemos ter muito cuidado com doações, e a forma de fazer isso, usando os meios oficiais. Ainda não sabemos o tamanho da destruição, só saberemos quando as águas abaixarem, cada prefeito, vereador e comunidade poderão então mensurar o real efeito disso. Estaremos atentos institucionalmente aqui na ALEMS. Vamos utilizar canais oficiais. O momento agora é de fazer orações e pedir pelo Rio Grande do Sul, e dar a contribuição possível que eu tenho certeza que o Brasil se unirá num gesto de humanidade e o Rio Grande do Sul terá em Mato Grosso do Sul, um grande parceiro”, garantiu Gerson Claro.

Deputados manifestam solidariedade ao povo gaúcho atingido pelas enchentes
Moção de Congratulação foi apresentada por Paulo Corrêa ( Foto: Mariana Anjos)

O deputado e 1º secretário da Casa de Leis, Paulo Corrêa (PSDB), apresentou Moção de Congratulação ao governador Eduardo Riedel e o coronel Frederico Reis Pouso Salas, comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Mato Grosso do Sul (CBMMS).

“Essa moção também é dirigida aos nove militares do Corpo de Bombeiros designados para compor a força-tarefa de Mato Grosso do Sul na ajuda humanitária, diante do cenário de calamidade pública, no Rio Grande do Sul”, explicou.

O deputado estadual Coronel David (PL) informou o desejo de assinar a moção de congratulação do parlamentar. “Eu quero subscrever a moção de congratulação muito bem apresentada pelo deputado Paulo Corrêa, porque eu faria algo semelhante”, destacou. Assinada pelo deputado e presidente da Assembleia Legislativa, Gerson Claro, a moção foi transformada em nome da Casa de Leis. O deputado Professor Rinaldo Modesto (Podemos) também falou sobre o assunto. “Agora é o momento de termos, mais do que nunca, empática com os nossos amigos que moram em Rio Grande do Sul”, reiterou.

Deputados manifestam solidariedade ao povo gaúcho atingido pelas enchentes
Coronel David e Mara Caseiro estão sensibilizados com a situação (Foto: Rázia Krug)

A deputada Mara Caseiro (PSDB), 3ª vice-presidente da Assembleia Legislativa, apresentou requerimento para criação de comissão destinada a implantar um ponto de coleta de gêneros não perecíveis, arrecadados em todo o Estado, com o objetivo de destinar as doações recebidas para os municípios afetados por tragédias climáticas, no momento o ponto serviria para o Rio Grande do Sul”, explicou a parlamentar.

Momento delicado

O deputado Junior Mochi (MDB) declarou que o momento vivido pelos riograndenses do sul é delicado.

Deputados manifestam solidariedade ao povo gaúcho atingido pelas enchentes
O momento é de solidariedade e união de todos”, afirmou Mochi (Foto: Mariana Anjos)

“Não há um ser que não se sensibilize, acredito que o posicionamento do senhor [Gerson Claro] foi muito transparente. Nesse momento, todos nós temos a intenção de contribuir de alguma forma, de ver minimizada a situação dos nosso irmãos rio-grandenses. Ele disse que a melhor forma nesse momento é a conta aberta junto ao Banrisul, porque toda mobilização por melhor que seja, a logística de transporte pode custar caro, a atitude é salutar de convocar os poderes, uniões de esforços em nome de MS, na somatória de esforços, estado que abriga milhares de gaúchos que certamente tem suas famílias lá, é importante que contribuamos de uma forma consistente para atender as necessidades da população”, disse. 

Fale com a Redação