22.8 C
Campo Grande
quarta-feira, 22 de maio, 2024
spot_img

Identificadas vítimas e subiu para seis quantia de mortos em acidente na BR-163

Tragédia: acidente envolvendo carretas, caminhão e veículo mata cinco pessoas em Anhanduí foi a noticia inicial que o Enfoque MS publicou na manhã desta quarta-feira (10). Mas, durante todo dia foram surgindo novas informações e mesmo sendo mexido, examinado todo o grande escombro que ficou na BR 163, se viu a gravidade da ocorrência e outro corpo, de mais um homem, foi encontrado e subiu para seis, os mortos no acidente entre quatro veículos, na rodovia no distrito de Anhanduí, a 60 km do centro urbano de Campo Grande.

O homem, sexta vítima encontrada já no início da tarde, estava embaixo dos escombros do caminhão com carga de 210 suínos. No veículo estavam o motorista Jefferson Carlos Brunetto, 35 anos, e, José Lucas Verus de Albuquerque, 28 anos. José estava junto com o motorista da carreta com porcos, que também morreu e foi encontrado já no inicio do socorro pelo acidente.

A fatalidade ainda envolveu outros dois caminhões e um veículo Ônix, onde estava o casal Fernanda Lopes Ritter, 35 anos, e, Daniel Azambuja Alves, 38 anos. Os motoristas dos outros dois veículos foram identificados apenas como Edinaldo Ramos dos Santos, 49 anos, e, Ezequiel Nordt, 33 anos. Até no meio desta tarde, três corpos já haviam sido removidos do local.

Conforme informações policial, equipe da cooperativa de alimentos responsável pela carga de suínos esteve no local. A maior parte dos animais acabou morrendo com o acidente, mas ainda não há o número exato.

Identificadas vítimas e subiu para seis quantia de mortos em acidente na BR-163
Foto: Redes Sociais

Pode aumentar o número de mortos

De acordo com o delegado William Rodrigues de Oliveira Júnior, foi encontrado no local do acidente um capacete e um filtro de motocicleta, o que levantou a primeira suspeita de que haveria uma sexta vítima.

“Por enquanto não dá para identificar todas as vítimas e até já fechar um números de óbitos, porque ainda não conseguiram tirar os corpos dos veículos. Mas, trabalhamos com a hipótese de ter sido os seis mortos, cinco já confirmados anteriormente e mais este agora do período da tarde”, apontou.

O que seria uma vitima de moto, já pode ser descartada, pois os itens da motocicleta, foi constatado que estavam dentro de um dos veículos envolvidos na colisão. “Por isso, essa hipótese foi descartada. Mas aí veio a informação de que o motorista do caminhão carregado com suínos estava acompanhado e se achou a sexta vitima fatal embaixo da carga”, explicou o delegado.

O que pode ter provoca o acidente

Tragédia Anhanduí: acidente pode ter sido causado por ultrapassagem indevida de carreta

Segundo o delegado, apesar de a dinâmica do acidente ainda estar sendo ‘construída’, há indícios de que o condutor da carreta que transportava porcos tenha feito uma ultrapassagem indevida e acabou batendo nos outros veículos que seguiam no sentido contrário. São eles: um caminhão com milho, um caminhão com alimentos e o Ônix.

Com o impacto, o carro de passeio foi esmagado pelas carretas com as cargas de porcos e milho. A perícia precisou usar um drone para ter acesso às vítimas do Onix.

A situação de imediato após o acidente foi registrada como a carga de milho ue ficou espalhada pela pista. Alguns porcos morreram na hora, também com a colisão e outros ficaram agonizando na rodovia.

Identificadas vítimas e subiu para seis quantia de mortos em acidente na BR-163

A perícia coletou informações do tacógrafo do caminhão de alimentos e foi constatado que o condutor estava dentro do limite de velocidade da via.

Da alegria a morte

O casal Daniel e Fernanda, que estavam no veiculo ônix esmagado, moravam em Campo Grande e estava indo passar férias na praia. Eles estariam em dois casais, mas em dois carros e eles iriam se encontrar neste trajeto.

De acordo com o cunhado da mulher, o motorista Elvis Ajala, 42 anos, ele e a esposa, irmã da vítima, estavam esperando as vítimas em um posto de gasolina, localizado mais à frente do local do acidente.

Os quatro seguiriam viagem até as praias de Santa Catarina, em passeio que estava sendo planejado há 30 dias e essa era a primeira vez que Elvis conheceria o mar.

“Nós, eu minha esposa moramos em Sidrolândia, ia ser minha primeira vez na praia. Estava todo mundo ansioso e feliz pela viagem, como moramos em cidades diferentes combinamos de nos encontrar em um posto próximo a Anhanduí, mas eles nunca chegavam e foi quando retornamos para saber o que havia acontecia”, lamentou o rapaz.

Fale com a Redação