(Foto: Reprodução)

O Ministério Público do Paraguai vai investigar ameaça de morte contra o radialista Rubén Adílio Valdez Riquelme, de 34 anos, que registrou na sexta-feira (15), o caso na 7ª Delegacia de Polícia do Bairro Jardim Aurora, em Pedro Juan Caballero, no Paraguai, que faz fronteira com Ponta Porã, em Mato Grosso do Sul.

Rubén trabalha na Rádio Futura disse ter recebido várias ameaças, em português, via WhatsApp. Em uma das mensagens a pessoa, que pode ser brasileira, se apresenta e diz que foi contratada para matá-lo e que queria resolver o problema. “(…) Teve um cara aí que me contratou para te matar amarrado (…). Aí seu filho da p*, queima com um problema e você é o mesmo, você é ligado aí Ruben, Você vai resolver ou já foi para você, tá certo”, diz um trecho da mensagem.

O caso já passou pela Polícia Nacional e foi enviado para o Ministério Público.

O radialista ainda disse que apesar das ameaças, está tranquilo, e deve seguir desempenhando suas funções, normalmente. Apenas, espera que as autoridades investiguem o caso e consigam identificar a pessoa por trás das mensagens de ameaças.

Comentários