O imbróglio, desconfiança ou fato de saber pouco e ter medo de não acessar o Auxílio Brasil, novo programa social do Governo Federal, que acabou com Bolsa Familia, de 18 anos, começando nesta quarta-feira (17), a pagar o beneficio, fez com que beneficiários lotassem órgãos de prefeitura por todo o Brasil. Em Campo Grande não foi diferente, onde houve aumento de mais de 60% no atendimento às famílias que buscam pela atualização do CadUnico (Cadastro Único), que será único caminho para ser ‘membro’ do novo Auxilio.

Assim, a Prefeitura da Capital, programou unidades da SAS (Secretaria Municipal de Assistência Social) a atender aos sábados para atualização do Cadúnico. A situação ffez com que a SAS ampliasse o atendimento em oito Centros de Referência de Assistência Social (Cras), além da Central do Cadastro Único, também nos dois próximos sábados, dias 20 e 27 de novembro.

Contudo, conforme governo, para pagar o Auxílio Brasil, novo programa substituindo o Bolsa Família, haverá a migração dos usuários do BF para o novo programa, sendo automática, e não é preciso fazer um novo cadastro. A atualização, se tiver necessidade tem que ser procurada pelo usuário. O beneficiário ainda pode consultar sua situação cadastral pelo link http://www.campogrande.ms.gov.br/sas/consultanis/#resultado_busca

De acordo com o secretário municipal de Assistência Social, José Mario Antunes, as unidades que ficarão abertas das 8 horas ao meio-dia, serão para atender os beneficiários que precisam realizar a atualização do CadÚnico. “Os Cras que ficarão abertos nos próximos sábados de novembro são: Aero Rancho, Vida Nova, Moreninha, Vila Nasser, São Conrado, Dom Antônio, Canguru e Jardim Aeroporto. Quem preferir também poderá ir até a Central do Cadastro Único, localizada na Rua dos Barbosas, 321, bairro Amambaí”, repassou Antunes.

Já havia ampliado

“Essas são as unidades com maior movimentação, por isso, além de aumentar o horário de funcionamento durante a semana, decidimos atender ao público nesses pontos também nos dois próximos sábados”, pontuou o secretário.

Antunes ressalta que já para agilizar o fluxo de atendimento, a SAS ampliou, desde terça-feira (16), o horário de funcionamento desses locais, que agora funcionam das 7 horas ao meio-dia e das 13 às 17 horas, de segunda à sexta-feira.

Já o atendimento nos demais Cras e Centros de Convivência permanece sem alteração, seguindo o horário das 7 às 11 horas e das 13 às 17 horas, além de permanecerem fechados aos sábados. Ao todo são 21 Cras e cinco Centros de Convivência realizando a atualização do Cadastro.

Em caso de dúvidas, o usuário pode entrar em contato pelo telefone (67) 3314-4482, ramais 6152, 6037 e 6038.

Auxílio Brasil

O Governo Federal começou nesta quarta-feira (17), a pagar o Auxílio Brasil, novo programa que substituiu o Bolsa Família. Como a migração dos usuários para o novo programa é automática, não é preciso fazer um novo cadastro.

O importante é que o Cadastro Único tenha sido atualizado nos últimos dois anos. Quem já fez essa atualização em 2019 ou 2020, não precisa fazer a operação novamente. Manter os dados atualizados é importante para não correr o risco de perder o benefício.

Comentários