Arquivo/CGM

As contradições são muitas, mesmo ante a piora ou quase nunca, em uma boa melhora no patamar da Pandemia da Covid 19 em Campo Grande, e regras são diminuídas pelo próprio poder público, e, mesmo com ou sem elas, uma boa parte da população não respeita e “não está nem a” para restrições. Com isto, é cada vez maior o numero de ‘furões’ que est]ao na rua após o determinado, já amis curto, toque de recolher, para tentar coibir um maior alastramento do Coronavirus na cidade. Nesta sexta-feira (21), após as 22 horas, a cidade estava com certo movimento e oficialmente, quase 400 pessoas foram notificadas pela fiscalização da Prefeitura da Capital.

O toque de recolher é obrigatório, sendo desde de dia 13 de maio, com o horário de restrições estabelecido em razão da pandemia flexibilizado e passou a ocorrer entre 22h e 5h na Capital. Entre a noite de ontem e a madrugada de hoje, 375 pessoas foram flagradas descumprindo o toque de recolher e mandadas de volta para a casa. Outras centenas estão incluídas em fiscalização pelo trânsito. Veja abaixo os números.

A Pandemia retornou ao patamar de alta nesa semana ante uma ligeira quedas na semana anterior. E com o aumento gradne nos últimos dias, as autoridades de Saúde até voltaram a apelar pelo “fique em casa”, como o Enfoque MS noticiou na noite desta sexta-feira. E diante de nova tendência de aumento nos casos de contágio por covid-19, como publicamos os dados do boletim epidemiológico deste sábado, essa “liberdade” aumenta o número de pessoas circulando pelas ruas e a provável disseminação do virus.

Números

Os dados mostram o fluxo na cidade durante período das 22 horas de sexta-feira até as 5 horas deste sábado.

Conforme a GCM (Guarda Civil Metropolitana), as ações de fiscalização foram realizadas nas sete regiões da cidade. Além da fiscalização para flagrar os “furões”, foram realizadas diligências em 80 estabelecimentos comerciais. Assim, a Operação realizada pela Guarda em conjunto com a Vigilância Sanitária e Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano), também vistoriou 97 locais de comércio e duas denúncias de eventos com aglomeração.

No trânsito, houve a abordagem de 496 veículos, todas incluíram teste de bafômetro, sendo constatados três casos de embriaguez ao volante. No total cinco carros, duas motos e 20 CNH’s foram recolhidas.

Comentários