06/04/2020 08h42
Por: Redação

A Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) teve R$ 114 mil aprovados em quatro projetos na Seleção Pública de Pesquisadores para o Programa de Desenvolvimento Científico e Tecnológico Regional no Estado de Mato Grosso do Sul.

A soma representou um terço dos projetos aprovados (de 12 propostas, quatro foram da UEMS). A Chamada é do Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, por meio da Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia do Estado de Mato Grosso do Sul (Fundect), em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

De acordo com a Pró-reitora de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação da UEMS, Luciana Ferreira da Silva, o Programa visa estimular pesquisas que são de importância estratégica para o desenvolvimento do Estado. “A nossa representatividade, de um terço de propostas aprovadas, representa um estímulo importante para os nossos programas de pós-graduação e de pesquisa, para que consigamos avançar e seguir na consolidação, já que vamos ter a expertise e experiência de doutores vindos do país todo”, destacou.

Dos projetos aprovados na Chamada, o que ficou em primeiro lugar, com nota mais alta (9,23), foi “Disseminando História, Cultura e Sustentabilidade Ambiental no Caminho para os Ervais”, inscrita pelo pesquisador da UEMS, Carlos Buesa Busón. Para essa pesquisa serão destinados R$29.881.

Também foram aprovados os seguintes projetos da UEMS:

– Avaliação da estrutura genética e manejo reprodutivo de Pacu (Piaractus mesopotamicus) como estratégia para conservação de estoques pesqueiros, inscrita pelo pesquisador Pedro Luiz de Castro, com orçamento de R$30 mil;

– A integração entre o monitoramento da qualidade da água e a educação ambiental na promoção da saúde da população e conservação do ambiente no município de Ivinhema-MS, proposta pela pesquisadora, Monyque Palagano da Rocha, com orçamento de R$25.611;

– Composição química e atividade inseticida da própolis e o impacto da contaminação de inseticida sobre colônias da abelha Plebeia catamarcensis Holmberg, inscrita pela pesquisadora Michele Castro de Paula, com orçamento de R$28.793.

UEMS é contemplada com R$ 114 mil em Programa Científico Regional

Comentários