(Foto: Henrique Arakaki / Midiamax / Reprodução)

Após um mês, foi preso nesta terça-feira (28), Joe Magnun Arce de Souza, 34 anos, acusado incialmente de homicídio contra Luiz da Conceição Thierre, de 36 anos, dono de um lava-jato na Avenida das Bandeiras, bairro Marcos Roberto, divisa com o Jockey Club, região centro-sul de Campo Grande. O agora preso, também atingiu ‘de graça’ e matou o eletricista Adriano Medeiros Pereira, 33 anos, que passava de moto pela avenida e acabou morto por uma bala perdida.

O delegado responsável pela investigação Rodolfo Daltro, apontou que Souza foi preso em uma chácara no inicio da tarde de ontem pelo duplo crime, que era direcionado a Luiz, que chegava no estabelecimento, no último dia 27 de maio. “Escondido em uma chácara da Capital, ele foi preso e com ele apreendida a arma usada no crime. Agora teremos seu depoimento, caso fale tudo, para entendermos e esclarecer o motivo do que aconteceu, se foi um homicídio ou um latrocínio -roubo seguido de morte -“, disse o delegado.

O crime já passou por várias versões e tem investigação para motivo de ligação com agiotagem, bem como passando por crime passional, pois havia sido constatado que a ex de Joe, era funcionária de Luiz e mantinha um relacionamento com o empresário. Mas, também o delegado investiga se há possibilidade do crime ter sido latrocínio, roubo seguido de morte, pois o acusado tem extensa ficha criminal. Desde 2007 ele tem passado pela polícia e já responde por furto, violência doméstica, ameaça, lesão corporal decorrente de violência doméstica.

Pelo crime, ele responde por homicídio simples, posse irregular de arma de fogo de uso permitido, homicídio qualificado pelo recurso que dificultou a defesa da vítima.

Resumo do crime

Luiz da Conceição foi assassinado com tiros na cabeça na manhã de sexta-feira, 27 de maio, quando chegava para trabalhar na Avenida das Bandeiras, com a Rua Bom Sucesso, Jardim Marcos Roberto/Jockey Club, em Campo Grande. Testemunhas contaram que o atirador aguardava a chegada do empresário em uma moto junto com um comparsa.

Próximo dali, a 60 metros de distância, um motociclista também foi encontrado morto. Adriano Medeiros passava no local no momento da execução de Luiz, quando foi atingido por uma bala perdida.

O crime foi registrado por câmeras de segurança. Em determinado momento, um homem de camiseta vermelha e boné aparece no vídeo. Ele efetua um disparo contra Luiz, que consegue correr em direção à Avenida das Bandeiras. A vítima é perseguida e atingida por mais tiros no meio da rua.

As imagens também mostram uma mulher saindo do lava-jato quando ouve os tiros. Ela fica em desespero, chegando a correr atrás do atirador e pegar um pedaço de pau.

No entanto, ao ver o autor retornando, ela entra no estabelecimento e poucos segundos depois, sai com uma arma de fogo na mão. A arma foi apreendida durante os trabalhos da perícia no local do crime.

Outras noticias sobre assunto no Enfoque MS

Mortes em lava jato na Av. Bandeiras pode ter sido por traição de funcionária

Mais um: em uma semana outro jovem é executado perto da Av. das Bandeiras

Vídeo mostra muitos tiros na execução de dono de lava-jato na Av. Bandeiras

Execução contra dono de lava-jato mata também eletricista que passava pela Av. das Bandeiras

Comentários