14.8 C
Campo Grande
sexta-feira, 12 de julho, 2024
spot_img

‘Campão Cultural’ se encerra hoje com Baiana System e feira gastronômica, teatro, cinema, lança livro e dança

O Festival Campão Cultural, chegando no seu oitavo dia, termina neste sábado (15) e na sua despedida oferece para o público mais uma grade de atrações diversificadas e totalmente gratuita, em diversos espaços por Campo Grande. O show nacional na Esplanada Ferroviária, centro da Capital e principal área, é o destaque como nos demais dias, mas entre os muitos eventos que ocorrem, neste último dia também tem a feira gastronômica, teatro, cinema, lançamento de livro, dança e se encerra na apresentação da banda nacional Baiana System.

Confira a programação completa abaixo, que neste horário já está em andamento pela cidade. Vamos descrever em ordem crescente ou pelo horário desta manhã de sábadão. Bem como horários seguidos com atrações que já estão acontecendo e fazem parte do ‘cardápio’ de todos os dias.

10H – TEATRO 

Ubu: o que é bom tem que continuar! – Clowns de Shakespeare (RN)

Local: Calçadão da Barão – Endereço: Rua Barão do Rio Branco com 14 de julho

Classificação indicativa: 12 anos – Sinopse: Inspirado no clássico “Ubu Rei” (1896), do francês Alfred Jarry, o Grupo Potiguar Clowns de Shakespeare traz para a cena do II Campão Cultural seu mais novo espetáculo de rua. Com direção de Fernando Yamamoto, o espetáculo fala de ganância e poder. “Pai e Mãe Ubu, terminam fugidos da Polônia, e no enredo, é como se eles tivessem chegado a um país imaginário fictício da América Latina. Para a produção do espetáculo, “tem tudo a ver com o momento que o Brasil está vivendo”.

14h/21h30 – CULTURA HIP HOP

Palco Tráfico de Informações – Batalha de MCs 

LIGA BATALHA DE MCs – II CAMPÃO CULTURAL

Local: Praça do Rádio -Avenida Afonso Pena, Centro

A arma escolhida pelos adversários são as palavras. Para ganhar essa batalha, é preciso ter pensamento rápido, agilidade nas palavras e a capacidade de convencer o público e os jurados de que você é o melhor. Esses são alguns dos requisitos das batalhas de rimas. Com 10 anos de atuação na cena Hip Hop local e sempre incentivando os MCs a se tornarem grandes talentos, inspirações e profissionais desse elemento, a Liga Batalha de MCs realiza no Campão Cultural uma grande disputa, promovendo uma grande festa e o empoderamento da cultura Hip Hop.

'Campão Cultural' se encerra hoje com Baiana System e feira gastronômica, teatro, cinema, lança livro e dança

14h/17hSABERES INDÍGENAS

Roda de Conversa – Dimensão espiritual nas lutas e resistência dos Povos Indígenas do contexto urbano

Koixomuneti Terena (Xamã ), Sr. Alípio e João Leôncio
Mediação: Leosmar Terena
Local: Memorial da Cultura Indígena Enir Terena – Comunidade Indígena Marçal de Souza

16h30 – LITERATURA – Mesa de Conversa

Entre a Tradição e a Subversão: um breve panorama na literatura de Mato Grosso do Sul

Local: Biblioteca Isaias Paim – Av. Fernando Correa da Costa, 559, Centro

Mediador: Vini Willyan – Mesa de Conversa: Samuel de Medeiros, André Luiz Alvez e Lucilene Machado.

18h – CINEMA – URBANCINE

Local: Laricas Cultural – Rua Antônio Maria Coelho, 166

Filme ABDUÇÃO (Brasil, Ficção – 35 minuto)

Classificação: 10 anos – sinopse: Vovozona suspeita de algo estranho na favela, mas ninguém acredita.  Em um final de semana, após o baile funk, ele finalmente desvenda este mistério.

18h30 CINEMA – URBANCINE

Filme ARABIA (Brasil, Ficção – 01h 36m)

Classificação indicativa: 16 anos – Sinopse: Ao encontrar o diário de um trabalhador, numa vila operária em Ouro Preto, o jovem André entra em contato com a comovente trajetória de vida de Cristiano, em meio às mudanças sociais e políticas do Brasil nos últimos dez anos.

18h30 – LITERATURA – Lançamento de Livro

Lançamento do Livro de Marli Moretini, “Cancioneiro Popular- Crônicas de um lugarejo”

Local: Biblioteca Isaias Paim – Av. Fernando Correa da Costa, 559, Centro

19h – DANÇA

Yebo – Gumboot Dance Brasil (SP)

Local: Concha Acústica Helena Meirelles – Endereço: R. Antônio Maria Coelho, 5655 – Carandá Bosque

Sinopse: Gumboot dance (dança de botas de borracha) é uma forma de dança popular que foi criada pelos trabalhadores no século XIX nas minas de ouro e de carvão da África do Sul. Homens negros, com sua a força de trabalho explorada pelos senhores do capital, lutavam para conquistar riquezas que jamais teriam para si. Expondo suas vidas ao risco, distante de suas aldeias e famílias, diariamente cavando buracos cada vez maiores, onde ficavam enterradas suas histórias, suas memórias e suas vozes Yebo aborda a exploração, tanto das minas, como dos sete povos levados para extração do minério. É a criação de um dialeto sonoro a partir das batidas nas botas de borracha e transformado em um alegre espetáculo percussivo em que a dança produz o som, e o som, conta as histórias dos poucos momentos de descanso e animação que esses trabalhadores tinham.

19h – SABERES INDÍGENAS

Desfile Beleza Indígena
Participação das Misses das Comunidades Indígenas Urbanas de CG  2022
Local: Esplanada Ferroviária – Avenida Calógeras, nº 5045

20h  – TEATRO – Seco – Fulano di Tal (MS)

Local: MARCO – Museu de Arte Contemporânea – Endereço: Rua Antônio Maria Coelho, 6000

Sinopse: É silencioso dizer coisas que não podem ser ditas… Mas eu falo! Eu grito! A obsessão por um “vizinho”, telefonemas estranhos com mensagens de amor; desejo pela liberdade! Um amor que queima, o medo de mudar, seco! Dois seres discutindo afetos, dores, alegrias, passam pelo amor, pelo ódio e pela guerra. Os atores entram em cena como intérpretes de si mesmos, do outro, de nós, com uma performance urgente e sensível sobre o momento que vivemos, sobre a vida.

MÚSICA – Palco da Esplanada 

Local: Avenida Calógeras, nº 5045

20h30 – Marina Peralta
21h40 – Baiana System

NOITE HIP HOP

Local: Vitrine Shows

22h – Abertura
22h30 – DJ Murphy Dee (MS)
23h15 – MCN (MS)
23h45 – Thaíde (SP)
01h30 – KL Jay (SP)
02h45 – Vadios 67 (MS)
03h30 – SoulRa (MS)

STANDS/ EXPOSIÇÕES/ MURAIS

08 a 15/10

08h/17h

PATRIMÔNIO CULTURAL

EXPOSIÇÃO

Exposição de Fotos “Festa do Divino Espírito Santa de Santa Tereza” – Figueirão/MS

Patrimônio Cultural Imaterial de MS, a festividade centenária remonta a uma promessa feita por Dona Maria Francelina de Jesus, esposa de Joaquim Malaquias da Silva. A promessa ocorre por conta de uma epidemia de febre amarela que acometeu a região, e da graça recebida pela família Malaquias surge a festividade permeada por muita devoção e alegria daquela comunidade unida e acolhedora.

Curadoria: Douglas Alves da Silva e Ana Ostapenko

Local: Arquivo Público Estadual de MS – Av. Fernando Correa da Costa, 559, 2º Andar, Centro

08 a 15/10 – 08h/18h – ARTES VISUAIS

EXPOSIÇÃO “Contemporaneidade nos 45 anos de MS: Legado Cultural e Urbanicidade”.

Galeria de Artes  MARCO

Local: Museu de Arte Contemporânea de MS – Antônio Maria Coelho, Parque da Nações Indígenas, 6000

Artistas: Caio Martignon, Contato,  Eliane Fraulob, Erika Pedraza, Julian Cubillos, Márcia Albuquerque, Sara Werter, Maíra Espíndola, Lúcia Pereira, Thiago Salles

07 a 15/10

9h/17h

CULTURA DE RUA

GRAFFITI EM LATERAL DE PRÉDIO

Local: Galeria São José

Rua 14 de Julho, 1956 – Centro

Com a proposta de criar um gigantesco mirante de arte pública no centro da nossa capital, o II Campão Cultural pretende homenagear dois “personagens” extremamente importantes para a formação da nossa sociedade: a Tia Eva e a Galeria São José. O reconhecimento desses dois personagens se dá ao convidar o muralista paulista Diego Mouro para unir as histórias, ou seja, pintar Tia Eva na lateral do prédio da Galeria São José voltada para o centro da cidade. Onde a cidade pulsa!

Tia Eva: Eva Maria de Jesus é considerada uma das fundadoras de Campos de Vacaria, hoje, Campo Grande. Escrava nascida em Mineiros, Goiás, sempre sonhou um dia poder criar suas filhas com a melhor educação do mundo. Alforriada, saiu de Goiás em 1905 em busca de seus sonhos. Chegando aqui, trabalhou como lavadeira, parteira, cozinheira, curandeira e benzedeira para financeiramente ter condições de adquirir terras e construir um lar para os seus descendentes. E conseguiu. Na comunidade Tia Eva, atualmente residem mais de 60 famílias descendentes que preservam o legado de sua matriarca devota de São Benedito.

Galeria São José: Já em 1964, na rua 14 de Julho, foi construído o Edifício Irmãos Salomão tendo a cidade, Campo Grande, seu primeiro arranha-céu. Mais conhecido como Galeria São José, por ser um empreendimento misto, residencial e comercial, tornou-se um dos pontos preferidos da sociedade campo-grandense na década de 70.  Atualmente abriga moradores, lojas e serviços que atendem consumidores que são fiéis aos estabelecimentos, gerando emprego, renda e fazendo parte da história da cidade.

Artista Visual responsável pela obra: Diego Mouro – Muralista constrói sua trajetória artística a partir dos saberes e práticas ancestrais, transformando o processo de produção artístico em um ritual, buscando o resgate do passado numa ponte para a construção de novas narrativas de futuro e ressignificação do presente.

08 a 15/10

9h às 21h

ARTES VISUAIS 

Exposição Arte de Praça 

Local: Praça Ary Coelho

Exposição Coletiva ao ar livre com a participação de 10 artistas visuais de Mato Grosso do Sul.

Artistas: Dagô, Leo Mareco, Ana Sol Lobo, Carlota Philippsen, Tom Kyo, Elis Regina Nogueira, Hero, Wendel Fontes, Iuri Dias, Lídia Coimbra

08 a 15/10

09h/21h

ARTES VISUAIS

Livepaint – com o artista Dicesarlove (SP)

Local: Rua 26 de Agosto, 63 – Centro

Nesta 2ª edição do Campão Cultural, teremos um livepaint com o artista Dicesarlove – SP,  ativista do movimento Hip Hop e com reconhecida carreira artística nacional e internacional. O público vai presenciar a produção ao vivo  de um graffiti e toda performance que esse processo agrega. A obra homenageará a grande artista de origem indígena e que tanto representa a cultura sul-mato-grossense  “CONCEIÇÃO DOS BUGRES”

08 a 15/10

16h/22h

ARTES VISUAIS

FEIRA DAS ARTES VISUAIS

Esplanada Ferroviária, Av. Calógeras, 3143 – Campo Grande/MS

Espaço destinado a comercialização de obras de artes de artistas de MS, nesta edição serão cinco artistas convidados pelo Núcleo de Artes Visuais da FCMS.

Artistas: Mauro Mondine, Kim Matos, Ryam Paès, Fernando Anghinoni e Carlos Vera

08 a 15/10

16H/22H

ARTESANATO

II FEIRA DOS SABERES: FEIRA DE ARTESANATO, LITERATURA, ARTE INDÍGENA, ARTE AFRO, DESIGN E MODA.

Esplanada Ferroviária, Av. Calógeras, 3143 – Campo Grande/MS

Exposição e comercialização de produtos artesanais, artísticos e literários com produção fundamentada na cultura sul-mato-grossense, em suas diversas nuances e referências. No ano 2022, a novidade da Feira será a participação de vários municípios do interior e a disposição dos stands de artesanato em harmonia com as rotas turísticas, que são caminhos traçados conforme o mosaico natural do Estado: Rota Pantanal, Rota Caminhos dos Ipês, Rota Bonito/Serra da Bodoquena, Rota Grande Dourados, Rota Cerrado/Pantanal, Rota Costa Leste, Rota Vale das Águas, Rota Caminhos da Natureza/Cone Sul.

08 a 15/10

16H/22H

ARTESANATO

Espaço Mãos que Criam

Esplanada Ferroviária, Av. Calógeras, 3143 – Campo Grande/MS

Haverá demonstração ao vivo do fazer artesanal tradicional de MS, alternando-se dois artesãos selecionados por dia.

08 a 15/10

16H/22H

GASTRONOMIA – Feira Gastronômica

Esplanada Ferroviária, Av. Calógeras, 3143 – Campo Grande/MS

Chez Rejala

Pratos: Ceviche Águas do Formoso & Sushi Sophia.

Espetinho do LE

Pratos: Espetinho e Arroz Carreteiro na parrilla.

RANGÔ

Pratos: Cachorro quente pantaneiro e Cachorro quente campão

Espetinho do LE

Pratos: Doces Regionais (Banana com doce de leite e paçoca) na parrilla.

PONTO HAMBÚRGUERES

Pratos: Ponto salada, Ponto Bacon, Ponto Campão, Veggie Campão.

Fale com a Redação